“Assumi a Prefeitura, mas não posso fazer nada?”

19 de janeiro – Nossa senhora! Esse Jadeu, sei lá qual é a dele. O cara diz que vai sair de férias e largar a Prefeitura na minha mão. Beleza! Só que, chega hoje, faz uma reunião  e diz que eu não posso fazer isso, não posso fazer aquilo... de que jeito eu faço, então? Falei para ele: “Jadeu, quem não gosta de férias nem de feriado é marido de muié feia. Vai descansar, curtir, gastar esse dinheirão que você tem”.  Putz, aí foi a gota. O homem ficou nervoso e passou o carro em mim. “Gastar dinheiro, Meninão? Negócio é o seguinte: essas coisas não são comigo, cê tá entendendo? E escuta aqui: nada de desperdiçar um único centavo da Prefeitura durante minha ausência”. Tive que aceitar, né? Vai que o homem faz uma auditoria quando voltar, pra ver quanto foi gasto a mais com papel higiênico e copinho de café, hihihihi...

 

20 de janeiro – Antes de assumir a Prefeitura, precisei arranjar as coisas aqui em casa. O primeiro problema a ser resolvido foi com meu sogro, Bube Esponja. Entreguei a ele uma passagem para Termas de Santa Bárbara. Por sorte, consegui encaixá-lo numa excursão da terceira idade. De lambuja, dei umas 30 cartela de bingo e avisei: rapa fora, fica lá uns tempos e só volta daqui 15 dias. À noite, peguei minha esposa e fomos pra Pilar, na balada daquele meu amigo, comemorar. Festão! Só uísque com energético. Chegou uma hora que a turmaiada me levantou e começou a gritar: “Tá dominado, tá tudo dominado!”.

 

"Avisei o Jadeu: quem não gosta de férias é marido de mulher feia"

 

21 de janeiro – Nossa senhora, que ressaca! Tá louco...tomei dois Engov e fiquei de molho. E meu sogro mal embarcou e já veio ligação do monitor do grupo da terceira idade. Disse que o cara tá arranjando confusão com todo mundo, querendo dar ordem pra veiarada. E trapaceando no bingo, também! Vou resolver isso de que jeito? Quero mais é que eles se virem. Vou tratar de governar bem sossegado. Fui!

 

22 de janeiro – Logo no meu primeiro dia de gestão atendi à equipe do Jornalzão. Os homens batem, hein? Mas acho que me saí bem. E pra você ver como são as coisas: fui acompanhar os jornalistas até o corredor e dei de cara com o Jadeu. “Mas, você não tá de férias?”, perguntei e ele abriu o jogo: “Rapaz, se eu tiro férias, Cherry me mata. Ela acha que isso é coisa de comunista-petista-socialista, cê tá entendendo?”. Eu já tava quase acreditando que ele era vítima da muié, mas, aí, o cara começou com a ladainha: “E dinheiro, tá gastando muito? Tá botando os funcionários pra trabalhar 24 horas por dia, sete dias por semana, sem hora extra nem folga?”. Só nessas conversas eu já percebi que o negócio dele é querer continuar a mandar em tudo. Esse aí JADEU o que tinha que dar.

 

"Governar com meu sogro aqui, de que jeito?"

 

23 de janeiro – O pessoal do Compras veio falar que precisa comprar o carro novo pro gabinete. Teve licitação, mas não deu muito certo e precisa dar uma solução para isso. Resolver de que jeito? Jadeu é espingardeiro! Com o dinheiro que ele quer pagar num Corolla automático cê compra, sei lá, um Palio!

 

24 de janeiro – Teve reunião, hoje. Lógico que Jadeu participou, né? Ainda mais que ia lidar com o salário dos funcionários. Cês acham que o homem ia ficar em casa? Mas nunca! Eu, quando tirar férias, num vou nem querer ouvir falar de Prefeitura. Taco um adesivo “Barretesão” na minha caminhonete e vou pra festa do peão encher o coco de energético. E se tivesse o dinheiro que esse véio tem, nossa senhora...ia pra Las Vegas jogar nos cassinos. Afinal, lá eles servem bebida de graça. Imagina só!

 

25 de janeiro – Pessoal dos ônibus quis aumentar preço da tarifa. Negativo. Fiz abaixar 1%. Se até multa de trânsito eu mando o motorista da ambulância pagar, vou deixar empresa ter vida fácil?  E a turma de Termas de Santa Bárbara quer devolver meu sogro, mesmo. Parece que ele  acabou com o passeio de todo mundo. Governar com esse cara aqui, de que jeito? Vou tomar um Chivas para afogar as mágoas. Importante que amanhã é sexta-feira...

Comentar