Câmara discute redução da jornada de trabalho dos engenheiros e arquitetos

Hoje, dia 26, a partir das 19h, os vereadores irão decidir em primeira e única discussão e votação se aprovam ou não a redução da jornada de trabalho dos Engenheiros Civil e Agrônomo e Arquitetos que trabalham na Prefeitura de Piedade. A proposta, de acordo com o projeto de lei 24/2018, enviado à Câmara pelo prefeito José Tadeu de Resende (PSDB), possibilita a diminuição da carga horária de trabalho desses profissionais de 40 horas semanais para somente 30 horas. Essa redução não irá interferir na remuneração.

Na mensagem anexada ao projeto de lei, Tadeu diz essa correção da jornada de trabalho se faz necessária em obediência a lei federal que regulamenta essa profissão. Segundo o prefeito, algumas cidades da região já adequaram a essa medida.

Comentários

Oi? Sério isso? E por que não a dos braçais, que COM CERTEZA, tem rotina muito mais extenuante? Limpeza urbana, coleta de lixo, pessoal que trabalha no sol, nas construções...

Comentar