Clínica pública castra e atende cães e gatos

Centro cirúrgico da clínica pública

Com capacidade para alojar 40 cães e 12 gatos e realizar 40 cirurgias por mês, a clínica pública, inaugurada pela Prefeitura no final do mês passado, é considerada uma das mais estruturadas da região. Além da modernidade e espaços adaptados para o bem-estar do animal, o canil também conta com um centro cirúrgico completo e o atendimento é feito por profissionais qualificados e treinados. Apesar da grandeza da obra, a Prefeitura gastou apenas R$ 200 mil em equipamentos e ajustes no imóvel que abrigava o antigo Matadouro Municipal, no bairro Barreiro, zona rural de Piedade.

Quando o cão ou o gato chega ao canil, resgatado das ruas pelos funcionários da Vigilância Sanitária em situações de urgência ou emergência, ele passa por uma avaliação de uma equipe técnica composta por uma médica veterinária e duas estagiárias. Após esse procedimento padrão, o animal é levado a sala de cirurgia, onde é medicado, vacinado, vermifugado, sedado, anestesiado, castrado e chipado. Logo depois, o cão ou o gato passa por um período de recuperação. Já curado, o animal vai para as baias cobertas, com direito a banho de sol e área de recreação, além, é claro, de uma alimentação equilibrada e nutritiva. A partir desse momento, o bichinho está apto à adoção ou retornarão às ruas.

“Eu costumo dizer que hoje Piedade tem uma espécie de Pronto Atendimento ao cão e ao gato. O animal chega aqui numa situação, às vezes lamentável, e passa por todo esse procedimento para se recuperar e ficar saudável. É importante deixar claro que o canil municipal não vai criar o animal. Iremos cuidar da saúde dele para devolver às famílias ou colocá-los para adoção. E tudo isso é feito com muito carinho, dedicação e responsabilidade”, conta Natália Moraes Dias, responsável pela Vigilância Sanitária de Piedade e uma das idealizadoras do projeto.

Além dos animais soltos em vias públicas que estão doentes ou que sofrem maus tratos recolhidos pela vigilância, a clínica pública também efetua castrações em cães e gatos de pessoas ou famílias classificadas de baixa renda. Para tanto, segundo Natália, o interessado deve procurar a Vigilância Sanitária Municipal, se cadastrar e preencher o formulário socioeconômico para comprovação de renda. “Se essa pessoa comprovar que é de baixa renda, ela entra numa lista de aprovação para a castração do seu animal”, explica Natália.

Apesar de toda a estrutura da clínica pública, Natália lembra que a Vigilância Sanitária Municipal não terá condições de atender toda a demanda do município. “Temos muitos cães e gatos em Piedade, mas, dentro da nossa capacidade de alojamento e atendimento, faremos o possível para proporcionar um trabalho digno para esses bichinhos tão adoráveis”, garantiu Natália. Os tratamentos também são uma medida de saúde pública, já que previnem zoonoses, que são doenças transmitidas dos animais para o homem, como a raiva, toxoplasmose (infecção transmitida pelas fezes do gato) entre outras.

 

ENTUSIASTA – Desde que assumiu a Prefeitura de Piedade, em janeiro de 2017, o vice-prefeito Junior JK (DEM), eleito junto com o prefeito José Tadeu de Resende (PSDB), se dedicou para a implantação em Piedade de um canil municipal. Junior JK conta que como não tinha uma referência na região, teve que se deslocar a Santos, cidade do litoral paulista. “Lá (em Santos) eu pude conhecer todo o processo de funcionamento de um canil municipal. Como já tínhamos um espaço sem uso e que atenderia as nossas necessidades, começamos a desenvolver o projeto. Adaptamos muita coisa e hoje temos um local apropriado para o atendimento de cães e gatos”, comemorou Junior JK.

 

SERVIÇO – A clínica pública ou o canil municipal está construída numa área de 1.000 m² e conta com recepção, cozinha, lavanderia, banheiros, sala de lavagem e esterilização de materiais, centro cirúrgico, sala de internação, sala de quarentena, sala de armazenamento de ração, solários, baias e área de recreação, e está localizada no bairro Barreiro. Funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h. Não há plantão noturno de atendimento. O telefone para contato é: (15) 99774-2709.

Comentar