DER homologa concorrência para duplicação da SP 79

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem), órgão ligado à Secretaria de Logística e Transportes, publicou nesta terça-feira (31), no Diário Oficial do Estado, a homologação do resultado da licitação de retomada das obras de duplicação da Rodovia Waldomiro Corrêa de Camargo (SP-079). A vencedora foi a empresa Souza Compec Engenharia e Construções Ltda. que concedeu um desconto de R$ 10,6 milhões (ou 42%) sobre o preço de referência e firmará contrato no valor total de R$ 14,5 milhões para a execução dos trabalhos.
 
De acordo com ota distribuída pela Assessoria de Imprensa do DER, a empresa tem cinco dias para recolher a caução contratual e outros 15 dias para assinar o contrato, nos termos da Portaria SUP/DER-072 de 05-10-2012 (disponível no site da instituição). O início das obras deve ocorrer ainda em novembro e a duração dos trabalhos está prevista para seis meses.
 
As intervenções na SP-079 serão integralmente cobertas por recursos do Governo do Estado e integram o pacote de R$ 360 milhões em investimentos rodoviários anunciado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), em junho de 2017. O empreendimento beneficiará mais de 786 mil habitantes da região. Diariamente, a rodovia recebe um tráfego médio de 14 mil veículos.
 
As obras
 
Serão finalizados os serviços de duplicação das pistas, numa extensão total de 23,12 quilômetros, compreendidos entre os quilômetros 47,58 e 70,70, nos municípios de Itu e Sorocaba. Além da recuperação do pavimento asfáltico e da implantação de nova sinalização horizontal e vertical nos trechos restantes, serão construídas oito passarelas ao longo de toda a extensão duplicada: nos kms 49 / 52,6 /61,7 /62,8 /64,6/ 66,26/ 67,76 e 68,78.
 
As obras de duplicação da Rodovia Waldomiro Corrêa de Camargo (SP-079) haviam sido paralisadas em março de 2015 por conta de processos de desapropriação que tramitavam em âmbito judicial, os quais foram equacionados no segundo semestre de 2017. Quando paralisada, a execução dos serviços no lote 1 chegava a 96,04% e no lote 2 a 98,04%.
 
Benefícios
 
Conforme o DER, as obras ampliarão a capacidade e melhorarão as condições de conforto e segurança para um fluxo superior a 14 mil veículos por dia. Também favorecerão o desenvolvimento socioeconômico, o estímulo ao turismo e aos pontos turísticos das cidades cortadas pela rodovia. "Os estudantes que viajam para as escolas de Sorocaba terão mais segurança, e o acesso aos hospitais da região se tornará mais rápido e eficiente. Além, é claro, da geração de 540 novos postos de trabalho ao longo dos seis meses de obra", complemenra a assessoria.

Comentar