Em dois dias, quatro pessoas são presas por tráfico

Drogas encontradas com os três homens, na Vila Quintino

Em apenas dois dias, a Polícia Militar prendeu três homens e uma mulher, acusados de tráfico de drogas. A primeira detenção ocorreu na Vila Quintino e a outra se deu no Sarapuí dos Antunes. O quarteto foi encaminhado às unidades prisionais da Região.

Na noite do último sábado (11), uma equipe da Polícia Militar se deslocou até a Vila Quintino, após receber denúncias de que três homens estariam vendendo drogas próximo a um barracão. Os policiais entraram numa mata e passaram a monitorar o local. Eles avistaram os suspeitos comercializando os entorpecentes.

A equipe solicitou apoio de outros colegas e fizeram um cerco na localidade. Os suspeitos avistaram os policiais e saíram em disparada do ponto de tráfico, dispensando sacola plástica e maço de cigarros. Apesar da tentativa de fuga, os três homens foram detidos e algemados.

Na sacola plástica foram encontradas 26 flaconetes de cocaína, 10 porções de maconha e 31 pedras de crack. No maço de cigarro, que estava com o outro suspeito, os policiais localizaram oito flaconetes de cocaína, três porções de maconha e 10 pedras de crack, além de R$ 44 em dinheiro. Na blusa do terceiro acusado continha 15 pedras de crack e nove porções de maconha.

O trio foi levado à delegacia de polícia. Após serem ouvidos, eles foram encaminhados à uma unidade prisional da Região.

 

MULHER – A quarta prisão ocorreu na manhã do último domingo (12), no bairro Sarapuí dos Antunes. Os policiais militares se deslocaram ao bairro para atender uma desinteligência. No entanto, enquanto atendiam a ocorrência, avistaram uma mulher suspeita de traficar drogas naquela comunidade.

Com ela, nada foi encontrado. Porém, ao entrarem em sua residência, os policiais acharam no quintal uma vasilha com 11 porções de maconha, 30 flaconetes de cocaína 66 pedras de crack e R$ 15 em dinheiro. O utensílio estava escondido debaixo de um tanque de lavar roupas. A acusada foi levada à delegacia de Polícia e, depois de ser ouvida, foi encaminha à Cadeia de Votorantim.

 

Comentários

Meus cumprimentos a Polícia Militar e Rodoviária do Estado de São Paulo.

Comentar