Encontro de Carros bate novo recorde de público

Grande público prestigiou o evento promovido pelo Ronco Automóvel Club

A 5ª edição do Encontro Estadual de Carros Antigos, promovido pelo Ronco Automóvel Club, tornou a colocar a iniciativa como o principal evento do município. Cerca de 600 carros que marcaram época ficaram em exposição nas ruas centrais. Neste ano, o destaque ficou por conta do DMC DeLorean – imortalizado como a máquina do tempo do filme De Volta para o Futuro. De acordo com a organização, o público bateu novo recorde, superando as 25 mil pessoas que prestigiaram o encontro em 2017. No total, arrecadou-se 1700kg de alimentos, os quais foram repassados ao Lar São Vicente de Paulo.

“O segredo de tanto sucesso, além do carinho pelos modelos antigos, é a seriedade na organização e o foco constante no evento”, explicou Christian Godinho, presidente do Ronco Automóvel Club, em entrevista.

No último domingo (6), quem caminhava pela região central e arredores da Praça Coronel João Rosa tinha a oportunidade se deleitar com modelos clássicos. Cadillac, Maverick, Thunderbird e Mercury eram alguns dos expoentes de encher os olhos. Mas, a grande estrela desta edição foi a “máquina do tempo” exposta pelo paulistano Fernando Henrique Silotto. Quem parava para admirar e tirar uma foto ao lado do DeLorean, inevitavelmente, era invadido pela nostalgia. Para tornar a ocasião mais especial, além do automóvel, o evento contratou um sósia do personagem Marty McFly, interpretado nas telonas pelo ator Michael James Fox.

“Muita gente acreditava que o DeLorean não existia, era apenas uma invenção do filme ‘De Volta para o Futuro’. Mas, o carro realmente foi produzido para o mercado norte-americano, na década de 1980”, narrou Fernando Silotto. Segundo ele, há apenas 6 mil exemplares em todo o mundo, sendo 10 no Brasil. “Este aqui adquiri há dois anos, era meu sonho desde que soube, em 2013, que havia modelos disponíveis para a venda”, comentou.

A máquina que veio a Piedade refere-se a modelo 1981. Todo de aço escovado, suas portas são no estilo ‘gaivota’ – ou seja, abrem para cima. O motor V6 de 150 cavalos fica na parte traseira, bem como a suspensão. O DeLorean também conta do ar-condicionado e banco de couro.

Mas, nem só do ‘carro de Marty McFly’ viveu o encontro. O ibiunense Marcelo Rubir, por exemplo, expôs um Nash Rumbler 1952 e um Thunderbird 1955.  Já Marcelo Pacola, de Itatiba e integrante do grupo Maverick no Rolê, trouxe a família para curtir o evento, com seu Maverick GT. “É como um filho, tamanha despesa que dá, mas esses carros são minha paixão há mais de 30 anos”, afirmou, enquanto fazia carinho na lateria do Maveco.

Diego Ribeiro, de Sorocaba, também veio a Piedade com a parentela. A reboque, o grupo expôs uma verdadeira frota de carros antigos, entre eles um Cadillac 1959, um guincho Mercedes 1113 e um Mercury 1960. “Nossa família trabalha no ramo de sucata. Temos ferrugem no sangue”, brincou. “Todos os anos a gente vem para o encontro de Piedade, para nos divertir e aproveitar o dia. É um evento excepcional e que nos dá a oportunidade de admirar o que existiu no passado”, elogiou.

 

Comentar