Festa da Padroeira e do Divino repete tradição de 155 anos

Desemprego, um dos maiores flagelos da atualidade, merecerá uma reflexão especial na abertura da 155ª Festa de Nossa Senhora da Piedade e do Divino Espírito Santo, nesta sexta-feira (11). As pessoas que estão sem ocupação, assim como os trabalhadores, serão os alvos das bênçãos especiais durante a celebração da missa que começa às 19h30, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Piedade.
 
Os eventos comemorativos à padroeira do município e à Terceira Pessoa da Santíssima Trindade prosseguirão durante nove dias. No domingo (13), a cerimônia contará com a participação do arcebispo metropolitano de Sorocaba, dom Júlio Endi Akamine. O ponto alto dos festejos acontecerá na terça-feira (15), feriado municipal, quando os fiéis sairão em carreata e procissão.
 
Neste ano, o primeiro ato da festividade religiosa mais tradicional da região será a missa dedicada a Maria, Rainha e Mãe da Misericórdia, presidida pelo padre José Edmilson Fernandes, de Salto de Pirapora. No sábado (12), a celebração terá o tema “Maria, Mãe da Divina Providência”. O início está marcado para as 18h. O celebrante, padre Genivaldo Augusto Torre, da missão Canção Nova de Curitiba (PR), abençoará os avós. 
 
No domingo (13), dom Júlio presidirá a missa em invocação de Maria, Mãe da Consolação, também com início previsto para as 18h. Neste dia, a bênção será para todos os pais e mães presentes. A celebração de segunda-feira (14), às 19h30, será dedicada a Maria, Mãe dos Cristãos e contará com a coordenação do padre Santo Cândido, do município de Tietê. Neste dia serão abençoados todos os padrinhos e madrinhas de batismos, crismas e casamentos.
 
A terça-feira (15), Dia da Padroeira de Piedade, quando se comemora a Assunção de Nossa Senhora, contará com diversas celebrações, começando com a Alvorada Mariana e Oração do Rosário, às 6h. A tradicional Carreata com Bênção aos Veículos sairá às 9h, percorrendo as principais ruas da cidade. Às 16h haverá a Missa Solene, presidida pelo padre José Eduardo de Oliveira, de Osasco, e concelebrada pelos padres Júlio César Fernandes e William Fantim Coimbra, da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade. O tema escolhido para o feriado municipal será “Nossa Senhora da Piedade, Mãe Assunta ao Céu.” Em seguida, os fiéis levarão a imagem da Pietá em procissão até o Pátio do Divino.
 
Nos três dias seguintes, as missas terão início às 19h30. “Maria, Saúde dos Enfermos” será o tema da quarta-feira (16), com celebração do padre Ricardo Chizzolini, da Paróquia de São Luiz Gonzaga, de Sorocaba. A liturgia incluirá a bênção aos enfermos e medicamentos. Já a quinta-feira (17) trará o tema “Maria, Rainha da Paz”, sob a presidência do padre Thiago Queiroz Alves, da Paróquia de Nossa Senhora Medianeira, também de Sorocaba. A bênção será destinada às gestantes. Na sexta-feira (18), a Santa Missa será alusiva a “Maria, Porta do Céu”, com celebração do padre Márcio Pereira, de São Roque. Neste dia, o alvo das orações serão as crianças. 
 
O penúltimo dia de celebrações, sábado (19), a partir das 18h, invocará “Maria, Imagem e Mãe da Igreja”. A coordenação será do padre João Alfredo Pires de Campos, da paróquia sorocabana de São Bento. A bênção será destinada aos adolescentes e jovens. 
 
Para o encerramento, no segundo domingo da festa (20), o tema escolhido é “Maria, Esposa do Espírito Santo”, sob a presidência do padre Luciano Abes, vigário da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, de Piedade, e concelebrada pelos padres Júlio e William. A missa terá início às 16h.
 
Gesto concreto 
 
A celebração das nove missas em homenagem a Nossa Senhora da Piedade e ao Divino Espírito Santo incluírão o “Gesto Concreto”. Será uma oportunidade para os católicos piedadenses praticarem a solidariedade, ajudando as famílias carentes do município, por meio de doações de gêneros alimentícios. De acordo com o calendário estabelecido pela Paróquia, a sequência principia no dia 11 com doações de bolachas e prossegue nas demais missas, com açúcar (dia12), café (dia 13), farinha de trigo (dia14), arroz (15), macarrão (16), extrato de tomate, ervilha e milho (17), óleo (18), feijão (19) e leite (20).
 
Eventos leigos 
 
A parte festiva da programação ocorre no Centro de Eventos Pátio do Divino. Aos sábados e domingos e no feriado (dias 12, 13, 15, 19 e 20), haverá quermesse a partir das 16h. Na segunda sexta-feira do evento (18) a atração será o tradicional jantar beneficente, a partir das 19h30, com cardápio à base de yakissoba. Após a última missa, no final da tarde de 20 de agosto, será realizado o sorteio do Festival de Prêmios. 
 
Comunidade unida 
 
A organização da 155ª Festa da Padroeira e do Divino conta com a participação de dezenas de colaboradores. A equipe de coordenação é formada, além dos padres Júlio César e William, pelos diáconos José Carlos Vieira Rosário Aparecido Prestes de Oliveira e Waldir Antônio Agapito. Os festeiros deste ano são os casais Daniel Dias de Moraes Filho e Ivete, João Amâncio Vieira Filho e Kátia, Lenine Godinho e Talita, Ricardo Aparecido César e Cláudia e o diácono Rosário e Ivone.
 
   LEIA TAMBÉM 
 

Comentar