Fred e Iranildo dominam prova de rua em Piedade

Iranildo e Fred

Fredison Costa, o ‘Fred’, e Iranildo da Silva foram os destaques da 2ª Corrida e Caminhada da Padroeira e do Divino, realizada em Piedade, no último dia 19. Fred foi o campeão e fez o percurso de 10km em 33m23s. Iranildo, que ficou em segundo, completou a prova em 33m48s. O terceiro lugar ficou com Francisco da Silva, o ‘Ceará’, de Cotia. O tempo dele foi de 34m04s. A prova dos 5km foi vencida por Luiz Diego Cirino, de Salto de Pirapora. O tempo dele não foi divulgado. O evento foi promovido pela Associação de Corredores de Piedade em parceria com a diretoria Municipal de Esportes.

A edição deste ano do evento contou com 531 atletas, que disputaram as modalidades corrida nos 10km e 5km e caminhada em trajeto de 3km. A largada e a chegada ocorreram no Pátio do Divino. Foram premiados os principais colocados por categoria, idade e a maior equipe.

 

APROVADO – Fred, hexa campeão da Maratona Disney, disse, logo após a chegada, que se sentia encantado e feliz em poder participar de uma prova na cidade onde viveu boa parte da sua vida. “É maravilhoso poder estar aqui e participar de uma corrida muito bem organizada”.

Outra satisfação de Fred foi ver Iranildo da Silva se destacar na corrida. “O Iranildo é um grande amigo, um atleta de respeito. Ele correu muito bem essa prova e eu tive sorte em poder vencê-lo”, reconheceu.

Ele explicou que está no período de férias e por isso veio ao Brasil para curtir a família e participar de algumas competições determinadas por seus patrocinadores. “Estou aproveitando também esse momento para treinar aqui em Piedade. Quero estar bem preparado para a maratona de Nova York, que será no dia 4 de novembro”, ressalvou.

Um pouco cansado, mas eufórico com o resultado, Iranildo da Silva também se sentiu honrado em participar da corrida e explicou como foi a sua estratégia no percurso de 10km. “Até a metade da prova procurei ficar junto com o Fred e o Ceará. Só que não é fácil acompanhar um atleta profissional, como é o Fred. Mesmo assim, dei tudo de mim e fui para cima. Faltando uns três quilômetros para acabar, eu abri e deixei o Ceará para trás”, detalhou.

Iranildo tem 45 anos e há décadas vem acumulando participações e vitórias nas competições regionais. Sobre uma possível aposentadoria, Iranildo é enfático: “Eu não tenho limites. Enquanto estiver com saúde, estarei correndo”, finalizou.

Comentar