IBGE abre inscrições para 1.152 recenseadores

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) abriu inscrições para processo seletivo para preenchimento de 1.152 vagas temporárias de recenseador. As oportunidades são para complementar o quadro que atua no Censo Agropecuário 2017.
 
De acordo com o órgão federal, a o invés de um novo concurso, o certame será uma continuidade da seleção publicada no edital 02/2017. O processo foi criado especificamente visando suprir as vagas nas UF/áreas de trabalho que tiveram candidatos inscritos em número inferior ao de vagas oferecidas, tiveram a listagem de candidatos aprovados esgotadas ou, ainda, não tiveram candidatos inscritos. O quadro completo com as vagas e localidades está disponível no site da instituição.
 
Os candidatos devem ter nível fundamental e no mínimo 18 anos. O salário será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo recenseador, com base nas quantidades de unidades de estabelecimentos agropecuários recenseados.
 
A jornada de trabalho recomendável será de, no mínimo, 25 horas semanais, além da participação integral e obrigatória no treinamento. Do total das oportunidades, 5% serão reservadas para pessoas com deficiência e 20% para negros. 
 
As inscrições estarão abertas até o dia 6 de novembro, nos postos de inscrição do IBGE conforme lista divulgada no endereço eletrônico criado especificamente para a seleção. Não há cobrança de taxa de inscrição. A seleção será feita por meio de análise de títulos.
 
A duração do contrato será de até cinco meses. As renovações e/ou rescisões estarão condicionadas ao cronograma da operação e aos resultados da avaliação de desempenho do contratado.
 
Seleções anteriores
 
Para o Censo Agropecuário 2017, o IBGE abriu dois editais, um para 1.038 vagas temporárias de níveis médio e superior, e outro para 24,9 mil vagas de níveis fundamental e médio. Foram oferecidas 18.845 vagas para recenseador. A seleção foi feita por meio de prova objetiva, aplicada em julho deste ano.

Comentar