Leitores querem “Predinho de Tadeu” investigado

Apartamento no Residencial Torre do Sol foi alugado a duas médicas cubanas

Para a grande maioria dos leitores, a Câmara deve abrir procedimento para apurar o uso de recursos da Prefeitura na locação e serviços prestados em imóvel pertencente à família do prefeito José Tadeu de Resende (PSDB). Enquete publicada no site da Folha de Piedade mostrou que 90% dos participantes são favoráveis à investigação proposta pelo vereador Maurinho Machado (PT).

Entre os votantes, apenas 10% escolheram a opção de que o episódio não merece passar por averiguação. A enquete ficou no ar entre os dias 6 e 9 de fevereiro, período em que o portal da Folha de Piedade teve 7.299 usuários, segundo o Google Analytics.

 

O caso – No dia 1º de fevereiro, por volta das 8h, um caminhão pertencente à Prefeitura parou em frente ao Residencial Torre do Sol. Do veículo, desceram funcionários da municipalidade, os quais – em pleno horário de serviço – descarregaram uma série de materiais em um apartamento do primeiro andar do conjunto. O imóvel pertence à família do prefeito José Tadeu de Resende (PSDB), que também é sócia do empreendimento imobiliário.

Questionada sobre o assunto, a Prefeitura admitiu que o caminhão e os servidores realmente estiveram no prédio, em horário de expediente, para transportar eletrodomésticos e utensílios para duas médicas cubanas – locatárias do imóvel pertencente aos Resende. Na visão do Município, não houve irregularidade na situação.

Na sessão legislativa da última segunda-feira (5), o vereador Maurinho Machado defendeu a apuração do episódio por parte da Câmara.

 

 

Comentar