Moradora reclama de lixeiras em frente à sua casa

Somente dois latões atendem toda a demanda do lixo da rua

Vanessa Marum, moradora da rua Cônego José Rodrigues, no Centro, reclama das lixeiras públicas que estão em frente à sua casa. Ela conta, através de uma nota enviada à Folha de Piedade Online, que o lixo gerado de alguns comércios e residências localizados nas proximidades são depositados em dois latões que ficam em frente à sua residência, mantidos pela Prefeitura. “Quando as lixeiras transbordam, as pessoas colocam o lixo nas calçadas”, condena.

Por conta disso, segundo ela, acumula-se diariamente uma grande quantidade de lixo e entulhos nas duas únicas lixeiras existente na rua e isso vem lhe causando transtornos e riscos à saúde. “Tem dia que o cheiro é insuportável. Além disso, o lixo traz rato, barata e muitos outros bichos nocivos à saúde. Está difícil suportar tudo isso”, reclama a moradora.

Vanessa acrescentou que foi até à Prefeitura e solicitou a retirada dos latões, mas, segundo ela, o pedido não foi atendido. “Depois, nos mandaram fazer a reclamação na Casa da Agricultura. Fomos até lá, mas nada foi resolvido”, desabafa. Ela finaliza a nota com uma observação: “É um absurdo pagar a taxa de remoção do lixo, sendo que as lixeiras são colocadas em frente à residência”.

Comentar