Para Bube, reciclagem é caminho contra taxas

Bube toma água em copo plástico, durante sabatina na Câmara Municipal

Em sabatina na Câmara, realizada segunda-feira (12), Godofredo “Bube” Werner, secretário de Serviços Públicos, defendeu a coleta seletiva como caminho viável para evitar acúmulo de resíduos e, consequentemente, a criação de taxas para custear os serviços de coleta.

Ao mencionar a provável compra de uma máquina de separação de materiais, ele destacou a importância da reciclagem. “É um dinheiro que garante o alimento de muitas famílias, mas, na atual conjuntura, acaba indo ao transbordo de Itapevi”, avaliou, em alusão ao contrato mantido entre o Município e empresa terceirizada que cuida da destinação final do lixo.

Para Bube, a população precisa se conscientizar a respeito da importância da coleta seletiva. No atual patamar, opinou o secretário, a demanda é tão intensa que, muitas vezes, os cinco caminhões disponíveis na Garagem Municipal não dão conta do serviço. “São, aproximadamente, 40 toneladas por dia. Não há tempo para fazer manutenção preventiva. Apenas em 2017, gastamos mais de R$ 200 mil com o conserto desses veículos”, revelou.

Na esteira da fala de Bube, o assessor de Gabinete, Caio Martori afirmou que o Executivo estuda criar mecanismos que premiem os munícipes que já separam o lixo e, ao mesmo tempo, incentivem aqueles que ainda não são adeptos da prática. 
 

Leia também:
Bube coloca Taxa do Lixo na conta do PT

Secretário anuncia investimentos para melhorar serviço
Funcionários da Garagem são acusados de sabotar coleta
Secretário não explica quais serão as melhorias pós-taxa

 

 

 

 

Comentar