Passando a Limpo

Ardeu
A paciência dos vereadores para com o secretário de Serviços Públicos, Godofredo “Bube” Werner, chegou ao fim. A Câmara pretende intimar o polêmico “Alemão” para que vá à Câmara se explicar a respeito do caos nas estradas municipais.

Desentendido
Ainda de acordo com alguns parlamentares, além das péssimas condições das vias públicas, Bube teria o hábito de não cumprir com compromissos acordados com vereadores e população.

Mordeu
A notícia da intimação a Bube, divulgada pela Folha de Piedade nesta quinta-feira (8), não caiu bem no governo José Tadeu de Resende (PSDB). A Prefeitura soltou nota, nas redes sociais, onde contesta a reportagem divulgada pelo jornal.

Público x Privado
Outra batata quente que está quicando na Câmara é o escândalo referente ao “Predinho de Tadeu”. O vereador Maurinho Machado (PT) quer abrir um procedimento para investigar o uso de recursos públicos no serviço de mudança feito para duas médicas que alugaram um apartamento pertencente à família do prefeito Tadeu.

Preocupados
Nos bastidores do governo, o clima é de apreensão. A questão do “Predinho de Tadeu” foi mal recebida pela população. Nas redes sociais, o predomínio foi de comentários em censura à atitude do mandatário. De acordo com uma fonte ligada à Prefeitura, o alto escalão sentiu os reflexos dessa desaprovação.

Vá entender
Gerou burburinho a falha de comunicação da Prefeitura, que anunciou a volta às aulas para o início de fevereiro e, dias depois, postergou a data para o próximo dia 15.  Para algumas pessoas, o “equívoco”, na verdade, esconde o fato de que algumas escolas não estariam prontas para receber os alunos. Entre elas, a EMEIF Paschoal Viscontti, que receberá os estudantes da antiga escola do Piratuba.

 

Frase da semana
 “Se não houver um planejamento em relação à segurança, não fico mais na roça”, vereador Adélcio de Jesus, em desabafo na Câmara

Comentar