Pessoas com mais 80 anos passam a ter prioridade

A partir de agora, as pessoas com mais de 80 anos de idade sempre terão prioridade sobre as demais, inclusive sobre os idosos mais jovens. A única exceção será nos casos de emergência. O benefício está revisto na Lei Federal 13.466, sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB), que altera o Estatuto do Idoso no que se refere ao atendimento das necessidades dos brasileiros que compõem a faixa etária a partir dos 60 anos. A nova legislação foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (13).
 
“Em todo os atendimentos de saúde, os maiores de 80 anos terão preferência especial sobre os demais idosos, exceto em caso de emergência”, diz um trecho da lei. O projeto saiu do Senado no dia 21 de junho e seguiu para sanção presidencial. A relatora do projeto foi a senadora Regina Souza (PT-PI). “Entre os idosos, existe um segmento mais vulnerável”, afirmou Regina na ocasião. “Como a lei diz que é a partir dos 60, todo mundo chega e usa a prioridade, sem observar se atrás tem uma pessoa com mais de 80 anos.”
 
Regina Souza ressaltou ainda que, em contendas judiciais, é ainda mais importante a preferência para os octogenários porque “não adianta atender ao direito depois que a pessoa morre”. Para a senadora, os precatórios são o principal ponto em que pessoas acima de 80 anos devem ter prioridade.

Comentar