Piedade tem a pior nota no índice de sustentabilidade da limpeza urbana

Falta de uma coleta de lixo eficiente ainda prejudica o município

Piedade foi considerada a pior cidade das que compõem a Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) no tocante ao Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana (Islu), que mede a aderência dos municípios brasileiros à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), implantada há oito anos. No estudo, elaborado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb) em parceria com a consultoria PwC Brasil, Piedade obteve 0,590 em 2018.

O Islu mede a adesão dos municípios brasileiros às metas da legislação. A avaliação é feita a partir do desempenho em quatro dimensões: engajamento, recuperação de recursos coletados, sustentabilidade financeira e impacto ambiental. Assim como o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), da Organização das Nações Unidas (ONU), o índice varia entre zero (baixo desenvolvimento) e um (alto desenvolvimento) e analisa os dados oficiais mais recentes disponibilizados pelos próprios municípios no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). Até 0,499, o índice é considerado muito baixo; de 0,500 a 0,599, baixo; de 0,600 a 0,699, médio; de 0,700 a 0,799, alto; e de 0,800 em diante, muito alto.

 

Veja as notas da cidades da RMS

Cidade…..Índice
Jumirim…..0,737
Boituva…..0,729
Votorantim…..0,726
Sorocaba…..0,719
Cerquilho…..0,715
Araçariguama…..0,694
Pilar do Sul…..0,692
Capela do Alto…..0,685
Iperó…..0,684
Tapiraí…..0,684
Araçoiaba da Serra…..0,682
São Miguel Arcanjo…..0,680
Porto Feliz….0,668
Tatuí…..0,668
Sarapuí…..0,663
Cesário Lange…..0,649
Alambari…..0,648
Salto de Pirapora…..0,631
Mairinque…..0,624
Salto…..0,620
Itu…..0,613
Ibiúna…..0,607
Piedade…..0,590

*As cidades de Itapetininga, Tietê, São Roque e Alumínio não constam no estudo.

Comentários

Que, vergonha mesmo pagando a taxa!

Comentar