Protesto expõe insatisfação popular com a Prefeitura

Manifestantes marcharam com palavras de ordem contra as decisões de Tadeu

O clima de descontentamento com o governo José Tadeu de Resende (PSDB) imperou na última quinta-feira (29), durante manifestação contra os valores do IPTU (Imposto Predial Territorial e Urbano) e da Taxa de Recolhimento do Lixo. Nos discursos feitos em microfone e, também, no boca-a-boca as palavras em desfavor à Prefeitura expuseram o aparente descrédito da atual Administração perante a opinião pública. Apesar do número reduzido de pessoas, o protesto chamou a atenção de quem passou pela Praça Coronel João Rosa (Matriz). Comerciantes estabelecidos na Rua Araújo Leite, Avenida General Valdomiro de Lima e Praça da Bandeira também pararam para presenciar o ato.

“Chega de abaixar a cabeça e aceitar o que eles (Prefeitura) fazem conosco. Piedade precisa de mudanças”, discursou Delma Nascimento, uma das idealizadoras do protesto. A “bronca” da cidadã sobrou, até mesmo, para os membros do Legislativo, acusados de não colaborar com a manifestação. “Onde estão os 13 vereadores que se dizem nossos representantes? Eles não quiseram nos ajudar, não no apoiaram”, desabafou.

 

"Onde estão os vereadores que se dizem nossos representantes? Não quiseram ajudar", Delma Nascimento

 

Também idealizador do Manifesto, Benedito Pedro não poupou críticas às decisões de Tadeu e sua equipe. “O aumento no IPTU e instituição da cobrança foram abusivos e pegaram a população de surpresa. Tem que gente que nem tem o que comer, em casa, e terá de pagar esses absurdos”, disparou, em entrevista. Durante os discursos, um dos manifestantes afirmou que, até mesmo, funcionários da Prefeitura estão contrários aos valores cobrados pelo Executivo. “Fui resolver uns assuntos, no Paço, e as pessoas de lá de dentro se disseram indignadas”, destacou.

 

"Eu ajudei o Tadeu em campanha e agora tenho vergonha", Elza Gomes Rodrigues

Demais munícipes que engrossaram o protesto também deixaram seu recado contra a atual Administração. “Estou muito descontente com essas cobranças, pois falta muita coisa em nossa cidade”, declarou Margarida de Góes Vieira. Segurando um cartaz, Elza Gomes Rodrigues foi mais contundente: “Não foi isso que o Tadeu prometeu à população. Eu o ajudei na campanha e estou decepcionada demais. Chego a ter vergonha!”.

"Tem gente dentro da Prefeitura que está revoltada com essa taxa", manifestante, em discurso

Assinaturas – Além de falas inflamadas, com direito a carro de som, os organizadores também coletaram assinaturas para um abaixo-assinado. Mesmo aqueles que não participaram, efetivamente, da manifestação animaram-se em contribuir para com a iniciativa. O documento, posteriormente, deverá endossar uma representação popular no Ministério Público.

 

“Fora Tadeu” – Nas ruas centrais, os manifestantes receberam mensagens de apoio e encorajamento, enquanto rumavam em direção ao Paço Municipal. Em diversos pontos da caminhada, era possível ouvir populares gritarem a palavra de ordem: “Fora Tadeu”. 

 

Comentários

Tadeu já foi bom à Piedade mas dessa vez tá um desastre.Nunca vi uma administração ruim igual essa.

Não ouve a população. Não ouve os funcionários. Omite informações. Não segue o plano de governo. Assim fica fácil. Devem responder ele e os seus escolhidos por tamanho desmando, afinal todos compõem essa gestão.

Apesar de toda experiência adquirida nos demais mandatos em nossa Prefeitura,dessa vez o Dr.Tadeu está surpreendendo mas de um jeito negativo.Concordo em genêro,número e grau com os manifestantes.

Comentar