Receber turistas é opção para reforçar renda dos lavradores

Pomares de caqui e pêssego são as atrações do Sítio Enokizono, no Ciriaco de Baixo
A lida no dia a dia da roça, o ar puro do campo e as delícias da culinária diferenciada, especialmente a caipira, atraem cada vez mais moradores das grandes cidades. É o boom do agroturismo. De olho nessa tendência, pequenos produtores rurais de Piedade estão, gradativamente, abrindo suas porteiras aos visitantes. Os resultados começam a aparecer, na forma de reforço da renda familiar e divulgação do município como destino turístico.
 
Embora as iniciativas locais desse tipo sejam recentes e a maioria das propriedades rurais esteja em fase de adequação, os turistas já encontram diversos roteiros que proporcionam horas de lazer saudável e de baixo custo. As opções vão desde passeios por pomares onde se pode colher e degustar caquis, pêssegos, morangos e lichias, entre outras frutas, conhecer cultivos pouco comuns no país, como pimentas peruanas e verduras coloridas, até ordenhar vacas e acompanhar o processo de produção de cervejas artesanais.
 
Bom para todos 
 
Para o diretor Municipal de Turismo, Hugo Casoni Godinho, o turismo rural é uma alternativa viável para o desenvolvimento da economia local. Ele diz que a Prefeitura reconhece essa possibilidade e que a atual administração está empenhada em auxiliar os proprietários dispostos a investir na atividade. Como profissional e empresário experiente do setor turístico, ele assegura que o potencial piedadense está à altura de destinos famosos de todo o país e também do exterior. “As pessoas só precisam se conscientizar e valorizar isso”, opina.
 
Francisca de Lima Arruda Honda, secretária do Comtur (Conselho Municipal de Turismo) e funcionária da Diretoria de Turismo, reforça a opinião de Hugo e acrescenta que o agroturismo é muito promissor, proporcionando renda não apenas para setor receptivo, mas para todos os demais.
 
   LEIA TAMBÉM                                                                                 

Comentar