Recinto de festas tem capacidade para 6 mil pessoas por dia

Toda área em frente ao palco recebeu cobertura para proteger o público

Tem início, nesta sexta-feira (18), a programação de shows em celebração ao aniversário de Piedade. A grande novidade deste ano é a desvinculação do evento com a Festa do Kaki, realizada na Acep (Associação Cultural e Esportiva de Piedade – Kaikan). As apresentações ocorrem na recém-construída área de eventos do Terminal Rodoviário Artur Hess.

De acordo com o vice-prefeito, Junior JK (DEM), a Prefeitura trabalha com uma estimativa de, no máximo, 6 mil pessoas por noite.  Na abertura das celebrações, quando se apresenta a orquestra do Conservatório Davino Tardelli seguida pelo grupo de heavy metal Soulspell, são esperados 3 mil munícipes. No sábado, quando a grande atração será o tributo Abba The History, espera-se cerca de 3,5 mil pessoas no recinto de festas. “No domingo, dia do show de João Neto & Frederico, deveremos ter lotação máxima, com 6 mil convidados”, analisa Junior.

Para proteger esse público das intempéries climáticas, uma grande tenda foi montada na área do show. Além disso, serão disponibilizados 30 banheiros químicos, dois deles adaptados. Os sanitários do Terminal Rodoviário também poderão ser utilizados.

Na opinião de Junior JK, a expectativa do poder público é de que, a partir de agora, pelo menos três eventos municipais aconteçam, todos os anos, no novo local: o aniversário da cidade, a Festa da Cerejeira e o Adora Piedade.

Segurança – O acesso ao local será feito por meio de catracas posicionadas na entrada do Terminal Rodoviário. Quem prestigiar a festa também passará por revista. Do lado de dentro, uma equipe contratada pela Prefeitura cuidará da segurança. O intuito, segundo Junior, é garantir a tranquilidade às famílias e demais participantes do evento.

Além disso, o Corpo de Bombeiros também já teria liberado seu auto de vistoria, o AVCB, ao recinto de festas. Amanhã, antes da abertura, uma equipe virá a Piedade, apenas, para conferir se está tudo dentro das diretrizes estipuladas. “A empresa que contratamos para cuidar do palco e da estrutura é muito conceituada e tem experiência nisso. Eles nos auxiliaram de forma a atender todas as normas exigidas pelos bombeiros”, explica o vice-prefeito.

O investimento, apenas em estrutura, foi de R$ 128 mil, segundo Junior.

 

Comer e beber – Durante a celebração, o público terá à disposição 16 pontos de vendas de comida e bebida. São três estabelecimentos fixos do terminal e 13 barracas de entidades: Educandário Lar de Jesus, Creche da Vovó Xanda, Externato Mãe da Providência (AMAR), Guarda Mirim (AEJUPI), AMAP, APAE, Lar São Vicente de Paulo, Lar da Mônica, Santa Casa, Amigos da 3ª Idade, Lira São João, Creche Projeto Desafio e Casa da Esperança.

Nesses locais, serão comercializados itens como yakissoba, espetinho, pastel, lanches e refrigerantes. A venda de cerveja será feita, exclusivamente, pelos três pontos fixos do terminal. A bebida será servida em copos descartáveis. Junior JK conta, também, que não haverá venda de “doses” ou “bebidas quentes” durante o evento.

Está igualmente proibida a atuação de ambulantes dentro do recinto de festas. Mesmo do lado de fora, aqueles que já têm cadastro na Prefeitura poderão trabalhar, somente, em espaços pré-determinados. Toda a área ao redor da praça de eventos, por questão de segurança, estará indisponível aos barraqueiros.

 

Trânsito – Nos dias de festa os motoristas que trafegarem pela região do Terminal Rodoviário deverão se atentar a algumas alterações. Parte da Rua Benjamin da Silveira Baldy estará fechada para o trânsito. O fluxo de tráfego passará pela Rua José Batista – local que também abrigará, temporariamente, o ponto de taxi da rodoviária. A área de embarque e desembarque dos ônibus também será modificada enquanto durar o evento.

Parar veículos ao redor do terminal está proibido, durante os dias de festa. Uma das opções indicadas por Junior é a de utilizar o estacionamento do Ambulatório Médico. “A parte em que ficam as ambulâncias e carros da Saúde estará fechada, mas o estacionamento social ficará disponível”, avisa Junior JK. 

Comentar