Sucesso no Brasil, tributo ao Abba se apresenta em Piedade

Grupo tocou os maiores sucessos do quarteto sueco, Abba

Um dos shows mais esperados das celebrados de 178 anos de Piedade, a apresentação do Abba The History emocionou o público. O grupo, que tem entre seus integrantes a piedadense Patrícia Andrade, prestou tributo aos reis do pop sueco na década de 1970. No repertório, sucessos absolutos, como Dancing Queen, Mamma Mia e outros.

“É uma emoção muito grande poder me apresentar em Piedade, onde nasci e tenho familiares e amigos de infância”, comentou a cantora.

O Abba The History teve início em 2013, com o intuito de homenagear o quarteto sueco Abba, que completaria 40 anos de carreira em 2014. “Montamos o tributo e deu muito certo. O pessoal gostou do trabalho”, explicou Patrícia.  Com apresentações em todo o Brasil e alguns países do exterior, o grupo vem ampliando sua base de fãs.  Com agenda cheia até o final de julho, eles se preparam para uma turnê pelo nordeste e, também, pela região sul.

Em Piedade, todavia, o Abba The History ainda não havia se apresentado. “Foi uma excelente oportunidade, pois sempre ficamos na expectativa de tocar na cidade da Patrícia”, comentou Jheff Saints, também integrante do grupo. “Havia piedadenses que iam nos assistir em Sorocaba e pediam para tocarmos aqui”, afirmou. De acordo com ele, um convite para se apresentar na festa de aniversário surgiu, em 2017, porém, não foi possível conciliar a agenda.

Momentos antes de subir ao palco, no recinto de festas do Terminal Rodoviário Arthur Hess, a cantora Najah Falcon prometia um grande espetáculo. “Nosso show é repleto de expectativas. Temos um repertório completo, com sucessos e preciosidades do Abba”, explicou. “Haverá algumas surpresas, troca de figurino”, enumerou.

O integrante Diego Sena, mencionou a apresentação do grupo no programa Domingão do Faustão, há alguns anos. “Foi algo que nos abriu muitas portas. O pessoal procurou bastante a banda, depois daquilo”, recordou.

Na apresentação em Piedade, todas as expectativas foram superadas. No palco, o Abba The History deu um show de simpatia, carisma, técnica vocal e desenvoltura. Caracterizados como Agnetha Fältskog, Anni-Frid Lyngstad, Benny Andersson e Björn Ulvaeus, o grupo colocou o público para dançar e cantar a valer. Ao final da apresentação, na plateia, comentava-se sobre uma gostosa sensação de “quero mais”.

 

Comentar