Um em cada três leitores teve intimidade impactada por crise

Enquete publicada no site da Folha de Piedade mostrou que, de fato, a crise econômica tem afetado os hábitos sexuais de parte dos piedadenses. Tal constatação já havia sido apontada por estudo do ProSex (Projeto Sexualidade) divulgado na semana passada. Entre os leitores do jornal, 34% admitem que a recessão influenciou de forma negativa na libido.

Entre os dias 23 a 28 de junho, quem navegasse pelo portal de notícias do jornal se deparava com a pergunta: “Nesse período de crise, você perdeu a vontade de transar?”. Ao longo desses dias, de acordo com o sistema internacional de aferição, Google Analytics, a enquete foi acessada por 5.208 usuários únicos.

Enquanto 34% dos internautas admitiram o reflexo turbulência na cama, outros 66% afirmaram não ter perdido o interesse sexual. Desta forma, o resultado permite aferir que um em cada três participantes da pesquisa de opinião teve o desejo impactado pela recessão iniciada em 2014 e que se aprofundou nos últimos dois anos.

Os apontamentos do ProSex revelaram que a falta de dinheiro era a maior causadora de insatisfação em 40,7% dos casos relatados. Jovens, idosos, lavradores e comerciantes entrevistados aleatoriamente admitiram enfrentar dificuldades, no momento da intimidade com o parceiro, para desviar a atenção das contas que estão para prestes a vencer, mesmo quando possuem emprego e renda fixa.
 

Repercussão – A matéria publicada na última edição da Folha de Piedade, “Sem dinheiro, piedadense perde vontade de transar”, com um resumo da pesquisa feita pelo ProSex, gerou debate e reações. Na internet, a chamada de capa viralizou nas redes sociais. Os comentários, em sua maioria, foram carregados de humor. Diante do estudo, muitos leitores fizeram piadas e encararam a situação com evidente bom humor. Mas, também houve quem reagisse mal à notícia. A face do conservadorismo local foi vista em comentários que, sem entrar no mérito do estudo científico feito pelo ProSex, atacavam a Folha de Piedade por ter noticiado aquele fato. 

Comentar