Vereadores autorizam Tadeu a fazer dívida de R$ 450 mil

O Executivo conseguiu unanimidade de votos, na Câmara Municipal, para seu projeto que lei que prevê empréstimo de R$ 450 mil com a Desenvolve SP. O valor deverá ser aplicado na aquisição de uma máquina motoniveladora. A votação aconteceu na sessão Legislativa de segunda-feira (18).

De acordo com a proposta, a operação de crédito contratada pelo Município poderá ser paga em, até, seis anos, com carência de seis meses. A taxa de juros será de 9,5% ao ano, acrescida de atualização monetária do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), a famigerada inflação. Não haverá contrapartida por parte da Prefeitura, na aquisição do financiamento – que já foi aprovado pela Desenvolve SP e necessitava, apenas, do aval da Câmara.

 

Renovação – Em sua justificativa, o prefeito José Tadeu de Resende (PSDB) alega que, nos últimos anos, a Administração tem incrementado seus investimentos na renovação da frota de máquinas e veículos. O intuito seria suprir as necessidades da população e atender às demandas de serviços.

“A operação de crédito em questão visa a aquisição de uma motoniveladora para execução de obras de infraestrutura viária, proporcionando mais autonomia na realização de serviços em várias localidades, bem como redução com gostos de manutenção com máquinas antigas”, justifica o Executivo.

Durante a discussão da proposta, o vereador Maurinho Machado (PT) elogiou a iniciativa e a classificou como benéfica. “O Município, hoje, faz aluguel das máquinas. Isso sai muito mais caro, para os cofres públicos, do que os juros desse empréstimo”, avaliou. Ainda na visão do petista, é de extrema importância que a Prefeitura tenha a estrutura necessária para fazer as obras nas estradas rurais. 

Comentar