Vigilância Sanitária interdita clínica terapêutica

Clínica funcionava em uma chácara no Barreiro (Foto: Divulgação)

Na manhã desta quinta-feira, 1º de março, a Vigilância Sanitária interditou uma comunidade terapêutica no bairro Boa Vista. Segundo a Prefeitura, o empreendimento funcionava irregularmente, em uma chácara.  A interdição aconteceu após solicitação da Delegacia de Polícia que esteve no local e constatou as supostas ilegalidades.

Segundo a Vigilância Sanitária, a comunidade terapêutica não oferecia o mínimo de recursos humanos aos pacientes, não tinha licença de funcionamento, não mantinha responsável técnico no local, a estrutura de acomodação era imprópria e não oferecia alimentação adequada aos internos. Além disso, existe a suspeita de abuso de menores, cárcere privado, entre outras possíveis irregularidades registradas na Delegacia de Polícia.

Estavam internadas na comunidade 32 mulheres. Após ação de interdição, a Secretaria de Desenvolvimento Social encaminhará os pacientes para os seus familiares.

Comentar